quarta-feira, dezembro 16, 2009

Luxo amazônico e sem medida nas páginas da Mag!


Respirando uma atmosfera amazônica, onde cores fortes, cheiros e sabores são intensos e representam o que há de mais característico no estado do Pará, - a Luminosidade (empresa responsável pela realização da São Paulo Fashion Week, Fashion Rio e Rio Summer) lançou ontem, em Belém, a edição de dezembro da revista Mag!.
Com o tema “Luxo Sem Medida”, a publicação buscou retratar a capital paraense que já foi considerada a Paris n’América, nos áureos tempos de ascensão do ciclo da Borracha, mas que hoje, apesar da modernidade de que desfruta, ainda sustenta nas ruas, de casarões antigos e desgastados pela ação do tempo, muito do requinte de antigamente. Para isso, a equipe da revista, tendo à frente o publisher Paulo Borges, se transportou de “mala e cuia” (termo usado pelos paraenses para dizer que viajou de mudança completa para algum lugar) para Belém do Pará, onde fotografou ensaios de moda com paraenses famosas, como a top Caroline Ribeiro e a cantora Fafá de Belém. Joelma, vocalista da Banda Calypso, também é estrela desta edição que conta ainda com uma bela entrevista em dose dupla, feita com os mestres das agulhas da moda brasileira, os estilistas paraenses André Lima e Lino Villaventura. Outro ícone fashion evidenciado, através de um texto escrito por Carlos Alberto Dória, é o lendário Dener Pamplona de Abreu, que nasceu em Soure, na Ilha do Marajó (PA) e morou em Belém, de onde saiu para ser protagonista do início da constituição da moda brasileira, nos anos 60. Foi Dener quem lançou o bordão que é sucesso até hoje: “um luxo!”.
O lançamento da Mag! dezembro aconteceu em meio a um concorrido coquetel, no recém-inaugurado Boulevard Shopping, o terceiro da capital, com direito a show da Fafá e outros ícones da música local como Dona Onete e Eloy Iglesias.



Joelma apresenta seu closet em ensaio fotográfico para edição luxo

Luxo – A idéia de retratar o conceito do luxo já fazia parte do projeto-editorial da Mag! desde o comecinho de 2009. Paralelamente a isso, Graziela Peres, diretora de criação da revista, tinha uma imensa vontade de entrevistar a cantora Joelma que, ao lado do marido Chimbinha, vem sacudindo o Brasil ao ritmo do calipso e chamando a atenção com o seu figurino ousado, extravagante e inspirado na Amazônia. “Levei ao Paulo Borges a idéia de aliar esse desejo ao luxo de Belém, a Paris n’America brasileira, ao mesmo tempo em que o mercado da moda, principalmente o universo luxuoso das grandes grifes, era surpreendido pela crise econômica mundial”, disse Graziela.
A essa altura Belém já não era nenhuma novidade no currículo de viagens de Graziela. Ela já conhecia um pouco da região a ponto de identificar o luxo presente na floresta, na música, na cultura, nas comidas, no calor de rachar e em outras características que muito bem representam a capital do Pará. “Fomos atrás de pessoas que conhecessem bem o local e iniciamos um trabalho de pesquisa. Uma dessas pessoas foi o jornalista Júnior Braga, que nos ajudou a identificar os lugares, as pessoas ideais para entrevistar, enfim, a captar o espírito da cidade. O trabalho de fotografia dos editoriais começou em setembro passado”, contou. O resultado disso você confere nas paginas de Mag! que já está na bancas de todo o Brasil, Paris e Lisboa.
Em meio a tanto sucesso, a Mag! dedicada à cultura paraense já rende frutos. Em setembro de 2010 a moda nacional voltará novamente seus holofotes ao Pará, garante Paulo Borges. “Vamos estar de volta à Belém para a realização de um evento com desfiles e exposições cujo tema é a sustentabilidade”, confirmou, em primeiríssima mão, ao Degradê da Moda. Para Borges a moda sustentável, voltada para o trabalho artesanal, reaproveitamento e uso de fibras naturais e sementes é o futuro da moda, ainda que pouco difundida atualmente. “Pouca gente trabalha com a moda sustentável no Brasil como por exemplo o Lino Villaventura e a Isabela Capeto. Mas isso ainda é uma sementinha que estamos plantando, regando e que ainda vai crescer e florescer”, disse Paulo. O evento, segundo ele, tem parceria com o Shopping Boulevard de Belém. Vamos aguardar!


Capa da Mag! dezembro

Em cena, Caroline Ribeiro – A top internacional voltou às origens num ensaio de 50 páginas realizado pelo fotógrafo Gui Paganini e pelo stylist Paulo Martinez.
Uma semana após a famosa festa do Círio de Nazaré, Caroline Ribeiro e a equipe de Mag! enfrentaram uma maratona de cinco dias de trabalho quase ininterruptos, das 5 da manhã às 22 horas, em diversas locações entre Belém, Santa Izabel e o distrito de Icoaraci. Em paisagens como casarões e ruas antigas como as do bairro da Cidade Velha, em Belém, e em meio à vegetação amazônica do Retiro Moema, em Santa Izabel, Caroline reviveu o passado numa terra que nunca abandonou. “Mesmo morando fora há anos venho a Belém uma vez por ano, minha família está toda aqui”, ressaltou.
Quanto às imagens do ensaio fotográfico nem precisa dizer que Carol representou muito bem o luxo amazônico. Na foto da capa de Mag! estão presentes todos os ícones dessa atmosfera: cores fortes, o brilho e o sabor de uma gostosa manga, o fruto mais marcante da região e que deu o apelido à Belém de “cidade das mangueiras”.
Após desfrutar o sucesso nas páginas de Mag! Caroline Ribeiro continua fazendo sucesso como VJ da MTV, desfilará na São Paulo Fashion Week em janeiro do ano que vem e em março estrela ao lado de Isabeli Fontana e Ana Beatriz Barros a nova campanha da C&A.


André Lima: estilo universal, mas com o olhar intenso da Amazônia

Estilistas from Amazônia – Eles surgiram no cenário da moda em épocas distintas. Lino Villaventura na década de 70 e André Lima dez anos depois. Mas o que compara esses dois estilistas além da origem paraense? Sem dúvida a forma de enxergar a moda de uma maneira carregada de impressões visuais da infância e adolescência vividas na Amazônia e ao mesmo tempo mescladas com um olhar cosmopolita e contemporâneo.
André Lima não se diz regionalista e nem possuir em seu trabalho traços indígenas ou marajoaras. Ele afirma possuir um olhar intenso, acostumado a captar cores marcantes que são uma das características da Amazônia. “Se vou criar uma coleção inspirada no Japão, meu olhar vai fitar a essência e a intensidade das estampas fortes daquela região”.


Lino Villaventura: a densidade das cores amazônicas está presente em suas coleções

Lino Villaventura é a mais perfeita tradução da influência amazônica e faz questão de assumi-la, embora também a cultura nordestina esteja presente em seu trabalho. Aliás, foi em Fortaleza, na década de 70, que ele iniciou no mercado da moda, ao lado de sua sócia e esposa, Inês. “A Amazônia é muito forte nas minhas coleções, onde as cores e as texturas são densas, enquanto no universo cultural da Nordeste elas se mostram mais fortes. Essa mistura amazônica e nordestina está presente no meu trabalho”, ressalta.
Quer saber mais sobre esses grandes estilistas brasileiros? Confira a entrevista da revista Mag! por Bronie Lozneanu e fotos de Marcos Vilas Boas.

Fotos: Divulgação

3 comentários:

Pomar disse...

Maravilhoso, Ju! Quem diria, nossa querida e maltratada Belém em páginas tão distintas como a da Mag e com toda a pompa e luxo que andamos merecendo por aqui para massagear nossos egos, tão devassados e subtraídos pela ignorância, estupidez e falta de respeito dos nossos governantes e pela violência e abandono em que se encontra a cidade. Fnalmente, Belém é notícia boa para o mundo!
Parabéns pela cobertura, Ju. Muito bom!

Jumara Cardoso disse...

Obrigada, minha querida! Bom saber que compartilhamos da mesma opinião. Bjs.

ideias vestíveis disse...

Parabéns pela matéria Jumara :D
essa edição vai ser ótima para a nossa cidade, para fazer com que "olhem" um pouco mais pra cá, ainda mais por se tratar de uma revista como a Mag! que eu amo. E espero que esse evento do Paulo Borges se realize aqui ;) e que ele possa deixar marcado na nossa cidade não só mais um desfile de moda e sim um pensamento em Moda, porque isso ele sabe fazer muitíssimo bem.

Leia mais

Related Posts with Thumbnails